Buscar
  • Rodynele Mota

Qual a Pessoa Mais Difícil de Liderar?




Olá! Como está a sua liderança?


Deixa eu te fazer uma pergunta: Qual a pessoa mais difícil de liderar?


É aquela de mau humor? Aquela que questiona tudo? Aquela que encontra “cabelo em ovos”? É aquela que tem mais experiência que você e, por isso, acha que não precisa ser liderada por você?


Vou afirmar: A pessoa mais difícil de liderar será sempre você! Isso mesmo!


Quais são as crenças (verdades absolutas) que limitam você a ser um Líder cada vez melhor?


De 0 a 10, qual o seu nível de paciência para liderar, impactar e preparar seus liderados? Para preparar novos líderes?


Como diz John C. Maxwell no Livro de Ouro da Liderança:


Exercite sua paciência. Estar cinquenta passos adiante faz de você um mártir. Geralmente, as realizações que valem a pena são demoradas.


Não existe esse negócio de poder instantâneo ou maturidade imediata. Estamos acostumados demais com chocolate instantâneo, café solúvel e pipoca de micro-ondas.


Quando somos tolos, queremos conquistar o mundo; quando somos sábios, queremos conquistar a nós mesmos.


Que exemplos você tem dado aos seus liderados?


Que “POTE” você tem enchido?


Percebi nesses anos de experiência que temos dois potes:


O da Negatividade e o da Positividade!


Qual pote você tem enchido ao sair para a empresa? Ao acordar? Diariamente?


Veja estas afirmações:


  • Que saco! Mais um dia de martírio naquela empresa;

  • Do jeito que acordei hoje, se alguém da minha equipe me chatear, mando embora;

  • Não acredito! Hoje é segunda-feira, o pior dia para trabalhar.


Os líderes que enchem o “Pote da Negatividade” mais do que da “Positividade”, com certeza terão resultados abaixo do esperado.


Como encher o Pote da Positividade? Depois falamos sobre isso… “Cenas do próximo capítulo”.


Você está parando para ouvir as pessoas? Ouvir seus liderados? Ou a “correria” do trabalho não deixa. Um dos maiores presentes que você pode dar a uma pessoa é a ATENÇÃO!


Líder, se durante os diálogos você não estiver dedicando, pelo menos, 80% do seu tempo a ouvir pessoas, será necessário aprimorar-se nessa área.


O Escritor e Coach Brian Tracy afirma: “Saber ouvir estabelece um vínculo de confiança, que é o fundamento de todos os relacionamentos duradouros.”


Para liderar outros, antes você precisa liderar bem a si mesmo!



SEJA MAIS FORTE DO QUE A SUA MELHOR DESCULPA!


Por falar em desculpas, se você é tão acostumado a dar desculpas pra tudo, principalmente quando algo não sai como deveria, lhe afirmo:


“Automaticamente está treinando o seu cérebro para o fracasso”


Deixar de “inventar” desculpa para tudo é um grande passo para liderar a si mesmo. E liderar bem a si mesmo é um passo gigantesco para liderar outros.


De 0 a 10, quanto você se acha diretamente responsável pelos resultados que você tem hoje? Independente se são ruins ou bons?


Aí, em relação aos resultados ruins você pode dizer: Mas foi a crise! O mercado não dá oportunidade! O meu marido isso… A minha esposa aquilo…


E você? Está livre de qualquer responsabilidade? Quando vai assumir a responsabilidade pelos seus resultados?


O que você deixou ou está deixando de fazer, que hoje não te proporciona oportunidade no mercado de trabalho?


Os desafios do teu relacionamento são só as atitudes do seu marido? Da sua esposa? E as suas atitudes?


A sua empresa não está muito bem agora por causa da crise? Tem certeza? Será que você não tomou algumas decisões que agravaram isso?


Será que a situação do seu negócio não poderia ser melhor mesmo com a crise?


Sei que algumas vezes dependemos um pouco de A ou B para que os resultados aconteçam. Só que, culpar sempre alguém ou algo, não traz aprendizado algum. Os maiores aprendizados serão quando você, no seu interior, assumir essa responsabilidade mesmo que, aparentemente, não seja totalmente sua.


Nós, na maioria das vezes, culpamos tudo e todos. Às vezes culpamos até a Deus!


Acredito que Deus faz o impossível, precisamos fazer o possível. Fazer a nossa parte!


Provavelmente, você fez algumas escolhas que proporcionaram os seus atuais resultados. Suas escolhas definem os seus resultados!


Certo, mas o que definem as escolhas, Rodynele?


As suas verdades absolutas. As suas crenças. Aquilo que você acredita que deve seguir. As trilhas que estão formadas na sua mente.


Está tudo perdido? Claro que não! Você pode formar “novas trilhas mentais”, que vão te levar a resultados maiores.


Escutei uma frase esses dias que assusta: Eu sou assim! Quem quiser me aceitar é assim! Meu jeito de trabalhar é esse e não mudo!


Claro que precisamos entender que cada pessoa tem o seu jeito, sua personalidade e etc., mas, acredito que o ser humano pode ser cada vez melhor como pessoa e profissional.


Não estar aberto a mudanças é um regresso intelectual.


Para finalizar, acredito muito que precisamos algumas vezes nos desconstruir, para nos “reconstruirmos” mais fortes.


Permita-se brilhar!


Vou ficar por aqui. Até breve!


E Lembre-se sempre:


”Se você finge que faz, os resultados fingem que acontecem.” Faça!


33 visualizações0 comentário